associacao
História do Museu João de Deus

Após a implantação da República, um grupo de republicanos abordou o filho do poeta João de Deus - João de Deus Ramos - para concretizar um projecto para a expansão de ideais, contou com a ajuda de Afonso Lopes Vieira que levou à imprensa a ideia de construção do Museu João de Deus que teria um duplo objectivo, o de ser um monumento ao poeta-educador e o de ser uma biblioteca de apoio à cultura portuguesa.

Projecto arquitectónico de Raul Lino, com pinturas decorativas de Leal da Câmara, o Museu João de Deus - Bibliográfico, Pedagógico e Artístico, foi solenemente inaugurado, em 12 de Janeiro de 1917.

Vários jornais nacionais registaram o evento, entre eles, o Diário de Notícias

A Associação de Escolas Móveis e Jardins-Escolas João de Deus estabeleceu nos seus estatutos que em relação ao Museu João de Deus tem por objectivo:

1º - Conservar e prover o Museu como centro de irradiação literária, pedagógica e artística, para guarda e consulta - sob rigorosa catalogação - de todos os livros, jornais, revistas, manuscritos, documentos e objectos de que se compõe o recheio do mesmo museu.

2º - Promover e realizar no salão do museu sessões e exposições culturais.

3º - Facultar aos investigadores e eruditos a leitura e consulta das obras existentes na biblioteca do museu.

Verdadeiro Salão Literário, por aqui passaram nomes como Afonso Lopes Vieira, João de Barros, Joaquim Manso, Aquilino Ribeiro, Carlos Olavo, Hernâni Cidade, Vieira de Almeida, David Mourão-Ferreira, entre muitas outras individualidades que, até aos dias de hoje, realizaram importantes sessões literárias, conferências e concertos musicais, sendo na época considerado, Templo de Cultura.

"Praça da Concórdia" lhe chamava Hipólito Raposo, pois aqui se esbatiam as diferenças políticas e ideais, para só ficar o convívio espiritual, tão importante para cimentar o movimento intelectual da época.


Documentos relacionados

Excerto da notícia publicada no Diário de Notícias de 12 de Janeiro de 1917 sobre a inauguração do Museu João de Deus >ver

Relatório e Contas da Associação de Escolas Móveis e Jardins-Escolas João de Deus de 1 de Setembro de 1918 a 31 de Agosto de 1919 >ver

Fotografias | Museu 1 | Museu 2